Vai tomar no cu

Para alguns é ofensa, mas para a grande maioria eu considero que o ‘vai tomar no cu’ pode ser libertador. Nem faz mesmo tanta diferença se o interlocutor recebeu a mensagem – a direta e todo o argumento implícito no conjunto de quatro palavras.

Incrédula, uma pessoa pode soltar um sonoro ‘ah, vai tomar no cu’ no lugar de um ‘não é possível!’.

Muitas vezes, o ‘vai tomar no cu’ é só um ‘vai tomar no cu’.

O lance é que a sonoridade do cu gera um alerta. Fica ecoando ali: ‘u… u…u…’, às vezes por horas. Semanas, anos…

Sem titubear, enchi os pulmões de ar – o estômago de coragem e a cara de pau – e dei meu grito de liberdade. Com todo o respeito. Estão todos convidados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s